• Português
  • English
  • Español
  • Alemão
  • Chinês

Contencioso, tributário e recuperação judicial são apostas dos escritórios para 2015

Migalhas
Dr. Everton Gabriel Monezzi
06/02/2015

Com perspectivas de inflação alta e baixo crescimento, agravadas pelos desdobramentos da operação Lava Jato, o ano está longe de ser fácil para a economia e, consequentemente, para os negócios no país.

De início, ressalta-se que a advocacia é solicitada mesmo em períodos de crise, com o aumento da demanda especialmente no contencioso. Porém, os clientes pedem, em troca, a redução dos custos.

 

É uniforme entre os economistas que 2015 será pautado por dificuldades substanciais no mercado, com elevação da taxa de juros, tendência de valorização do câmbio e crescimento estagnado. A consequência óbvia para as empresas é a redução do lucro, do resultado e do orçamento, e a majoração da inadimplência, das demissões e da inviabilidade no negócio”, atesta Thiago Taborda Simões, do Simões Caseiro Advogados.

 

Nelson Nery Jr., do Nery Advogados, comenta que essa realidade socioeconômica deve gerar oportunidades para os advogados atuarem em conflitos e situações de relacionamento com o poder público em geral: PPPs, ajustamento de condutas e relação das empresas com agências de regulação. 'São áreas que vão demandar maior cuidado da advocacia. Assim, isso deve aumentar consideravelmente a atuação dos escritórios.'

 

De qualquer forma, “todos deverão estar atentos aos ‘sinais’ do mercado e, principalmente, nas ações da nova equipe econômica, fazendo os ajustes necessários durante o ano”, garante Everton Gabriel Monezzi, do escritórioBraga Nascimento e Zilio Advogados Associados. Na avaliação do causídico, as áreas de M&A, recuperação judicial e tributário ganharão destaque em 2015. Aproveitando as oportunidades com clientes do exterior, a banca também vai ampliar o China Desk e o German Desk já existentes, contratando mais profissionais para atender as demandas das empresas estrangeiras; e também realizar viagens para os EUA no intuito de fazer parcerias com escritórios americanos e visitar possíveis clientes.

 

Thiago Taborda Simões elenca as áreas de contencioso, planejamento tributário e recuperação judicial com força em 2015. O Simões Caseiro Advogados, especializado em Direito Tributário e Previdenciário Empresarial, manterá o foco nos serviços de planejamento e recuperação fiscal.

Por sua vez, o Nery Advogados, com tradição na área de arbitragem, continuará explorando o potencial e a especialidade do setor. “A perspectiva é de muito trabalho, um desafio muito grande pela frente”, afirma Nery Jr.

Fonte: http://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI214800,91041-Contencioso+tributario+e+recuperacao+judicial+sao+apostas+dos